Jornal Folha de Ouro

Notícias de Ouro Fino, Inconfidentes e Bueno Brandão

BrasilPolítica

Ramon Ribeiro | Brasil sem visto e com vista

{ "slotId": "2799752542", "unitType": "responsive", "resize": "auto" }

O que a medida que dispensa vistos de quatro fortes economias significa para o futuro do Brasil? E o que explica a alta recorde na Bolsa de Valores?

A Bolsa pela primeira vez na história atingiu o recorde inédito dos 100 mil pontos, as empresas Start UP receberão apoio governamental e menos burocracia para avançarem no mercado, já a base de Alcântara no Maranhão será alugada pelos nossos primos americanos para o lançamento de satélites e a concessão de 12 aeroportos arrematados por empresas estrangeiras renderam um total 2,337 bilhões para o governo em seus futuros investimentos em saúde, educação e infraestrutura.

O que isso significa para o Brasil? Um giro de 360º graus do paternalismo centralizado do Estado sob todos os setores, “sistema este vigente em países como Venezuela, Cuba e Nicarágua” para o liberalismo econômico, “sistema este vigente em economias de grande força e destaque no mundo, como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, Austrália e Japão.”

Se o Brasil, depois de uma década inteira alinhado com países ditatoriais como Guiné Equatorial e Irã, ainda assim era tremendamente forte como economia, então não haverá motivos para se surpreender quando o nosso PIB começar a decolar e se igualar com o PIB dos países mais ricos do mundo. Este feito, para um governo com apenas três meses de idade, é um recorde. Este argumento é baseado em números e não em posicionamentos políticos e ideológicos.

Se a Bolsa sobe, a confiança do mercado internacional no Brasil cresce e isso significará mais empresas, mais empregos, mais renda, mais poder de compra e mais oportunidades.

Com o mercado do empreendedorismo, o país pode avançar ainda mais com as ideias criativas de jovens brasileiros aptos a conquistar o mundo com suas criações e para quem acha que o visto dispensado para estas nações de prestígio podem vir a tornar o Brasil um país sem dono; já é importante destacar que quem virá para cá são investidores e empreendedores dispostos a gerar empregos e fazer acontecer e não terroristas militantes exilados que com asilo concedido se escondem da Justiça de seu país sob as asas de governantes corruptos.

Novos rumos estão sendo tomados e para o Brasil isso significa muito.

Mas para você, só terá significado também se você parar de se queixar pela sua vida de dificuldades, terceirizando a sua angústia em governantes ou no dito capitalismo. Este é um novo Brasil para quem quer agir e fazer acontecer! Chega de depositar suas esperanças em governos ou figuras políticas! Aproveite a bonança e aja! O Brasil lhe convida a crescer!

Ramon Ribeiro – Jornal Folha de Ouro

Comentários