Governo de Fernando Pimentel (PT) continua sem repassar dinheiro para as santas casas e hospitais de Minas Gerais

Os hospitais e santas casas do estado de Minas Gerais continuam tendo que se virar como podem para atender a população. Desde junho de 2016, o governo do petista Fernando Pimentel não tem repassado as verbas necessárias para o funcionamento da instituições que são parte fundamental da rede pública estadual de saúde.

Na última terça-feira (24), uma audiência, que contou com a participação do deputado estadual Dalmo Ribeiro, foi realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais para debater a dívida do governo estadual com as Santas Casas e hospitais filantrópicos do estado.

Segundo a Federação das Santas Casas de Minas Gerais, o governo do estado já deve mais de 3,7 bilhões de reais em repasses para os 853 municípios mineiros. Em Pouso Alegre, segundo a prefeitura, a dívida atrapalha todo o setor de assistência à saúde, e o município deixou de fazer várias cirurgias por falta de pagamento.

Em Ouro Fino, a dívida do governo do estado com o setor de assistência à saúde chega a mais de 3 milhões de reais, chegando a 37 mi em Pouso Alegre e 49 mi em Poços de Caldas.

Apesar da situação afetar diretamente a qualidade do atendimento que é oferecido à população mineira, o governo do estado afirma que não há uma previsão para a retomada dos repasses.

Comentários