Connect with us

Sul de Minas

Temporal e fortes chuvas de gelo causam estragos e Santa Rita do Sapucaí.

Os moradores de Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas, viveram na tarde desta quinta-feira (24) o sentimento de impotência perto da força da natureza.

Published

on

Os moradores de Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas, viveram na tarde desta quinta-feira (24) o sentimento de impotência perto da força da natureza. Uma intensa chuva de granizo, acompanhada de ventos fortes, causou estragos por toda a cidade e a morte de uma mulher que foi atingida pela queda de uma árvore. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima, que não teve sua identidade revelada, estava às margens do Rio Sapucaí, na Rua do Queima (Rua Capitão Vicente Ribeiro do Vale), quando a árvore caiu. 

Muitos foram os estragos registrados pelos moradores que usaram as redes sociais para compartilhar as imagens do gelo que cobriu a cidade. O posto de combustível da CooperRita teve sua cobertura arrancada, bem como toda estrutura montada pela faculdade FAI para a realização da sua Feira Tecnológica – FAITEC, no ginásio Alcidão. Além disso, parte das instalações da empresa Custom (antigo prédio da Moore), na BR 459, foi destruída.

Na Avenida Sinhá Moreira, que dá acesso à ETE – Escola Técnica de Eletrônica, não se pisa o asfalto, pois ficou coberta por folhas, galhos e gelo. A ETE também foi bastante atingida e teve o teto do saguão de acesso à cantina e ao salão de provas arrancado.

A tempestade não durou mais que 30 minutos, mas foi o suficiente para, de maneira impressionante, mudar a paisagem cobrindo de gelo os telhados, ruas e jardins. Em um dos registros fotográficos um trecho da rodovia que corta Santa Rita do Sapucaí ficou irreconhecível, remetendo a países onde o gelo é presença constante, obrigando o cuidado redobrado dos motoristas que mesmo assim, de acordo com a Polícia Militar, ocorreram alguns acidentes. A rodovia MG 173, que liga a cidade a Cachoeira de Minas precisou ser interditada, mas já foi liberada.

Muitos foram os carros atingidos pela chuva de granizou que chegou a quebrar os vidros de alguns e a interromper o fornecimento de energia elétrica, principalmente por causa da queda de um transformador e por parte da estrutura de tendas da FAITEC que foi parar sobre os fios da rede elétrica. Segundo a CEMIG, cerca de 5 mil pessoas foram afetadas com a falta de energia elétrica.

A Prefeitura Municipal, através do Coordenador de Defesa Civil, Giácomo Costanti, também secretário de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, se empenhou para assistir as pessoas envolvidas nos incidentes ocasionados pela chuva.

Giácomo emitiu uma nota, através de sua rede social, para informar a população a respeito dos acontecimentos e dos trabalhos a serem executados pela Prefeitura para sanar os problemas deixados pela tempestade de granizo. 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 Jornal Folha de Ouro