Noruega: Pelo menos duas pessoas foram mortas em um tiroteio em um albergue gay em Oslo antes da Marcha do Orgulho.



CNN

Dois morreram e pelo menos oito foram hospitalizados após o tiroteio LGBTQ O bar em Oslo, na Noruega, no sábado, de acordo com a polícia da cidade.

O tiroteio ocorreu em uma bolha de Londres, que se descreve em seu site como “o maior local gay e lésbico de Oslo”.

A polícia recebeu várias ligações informando que o tiroteio havia ocorrido à 1h14, horário local, e chegou ao local minutos depois. Três minutos depois que eles chegaram, eles prenderam um suspeito do sexo masculino, disse a polícia.

Quando chegaram havia pessoas feridas dentro e fora do bar. “A cena era caótica, era uma noite quente e muitas pessoas estavam do lado de fora, então as pessoas corriam para todos os lugares”, disse a polícia à CNN.

A condição de 3 em cada 8 pessoas internadas no hospital é crítica. Outras 14 pessoas ficaram levemente feridas.

A polícia disse que o suspeito estava armado com duas armas no momento do tiroteio. Eles não confirmaram quais armas ele usou devido à investigação pendente.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia. A polícia disse à CNN que não havia outros suspeitos no momento.

Em um comunicado postado no Facebook após o tiroteio, o pub londrino condenou o incidente como “absolutamente desagradável e puro mal”. A loja de bebidas disse que todos os seus funcionários estavam seguros e ofereceu condolências às vítimas e suas famílias.

Oslo deve sediar seu festival anual Orgulho Em seguida, o desfile de sábado.

READ  Ex-guarda de campo nazista foi condenado a cinco anos de prisão por atrocidades do Holocausto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.